sábado, 30 de agosto de 2014

Lada inova com os conceitos Vesta e X-Ray 2


Os carros-conceito apresentados pela Lada no Salão de Moscou estão praticamente prontos para serem produzidos, a partir de setembro de 2015. O Vesta é um sedan de porte médio (com 4,35 metros de comprimento, 1,68 m de largura, 1,42 metro de altura e distância entre-eixos de 2,62 m) que substitui o insosso Priora, lançado na Rússia em 2007. Componentes como direção, freios e radiador são compartilhados com modelos Renault. Na Rússia, a versão mais barata do Vesta deverá custar 350 mil rublos, cerca de R$ 21 000.


O XRAY Concept 2 é uma materialização mais realista do primeiro conceito, apresentado há exatos dois anos. Muitos elementos do utilitário, como desenho dos faróis, grade e para-choque dianteiro, além de detalhes internos, dos acentuados vincos nos para-lamas e mesmo na distância entre-eixos, são comuns ao Vesta.




sexta-feira, 29 de agosto de 2014

O fim do Car Town


Após quatro anos, hoje um dos jogos automotivos mais populares do Facebook é desativado. O Car Town, que possibilitava compra, tuning e disputa de corridas em carismáticos carros virtuais, com proporções que lembram desenhos animados, e ainda ganhar dinheiro virtual ao realizar serviços e vencer etapas do jogo - sem falar dos diversos ambientes especiais - chega ao fim sem maiores honras. Seu auge em 2011 levou milhões de pessoas em todo o mundo a jogarem diariamente: não é difícil encontrar usuários que se tornaram amigos pela convivência no Car Town. Nas últimas semanas, foram oferecidos todos os modelos de quase todas as marcas licenciadas (importante ressaltar que os direitos de representar Mercedes-Benz/smart e Ferrari no jogo expiraram tempos antes).


Você começava o jogo com um Ford Pinto enferrujado e uma estação de trabalho; ao realizar as missões propostas, subia-se de nível, ganhava-se tanto moedas amarelas quanto azuis (estas últimas mais raras, obtidas ao assistir vídeos, participar de eventos especiais como Aventuras ou, aos primeiros jogadores, ao se passar de nível). Era possível realizar serviços que levavam de 2 minutos a 72 horas, além de restaurar diversos modelos com a ajuda de peças enviadas aos amigos. Para correr, bastava-se trocas três marchas, clicando o mais próximo possível da área verde.


A lista de carros é grande, abrangendo veículos das mais diversas nacionalidades e categorias: compactos (Fiat 500, VW Fusca/New Beetle/Rabbit/Golf GTI VI, Opel Corsa, Ford Fiesta/Focus, Honda Fit), médios (Ford Fusion 2006 e 2013, Range Rover Evoque, Honda Accord/Civic, Toyota Camry, Alfa Romeo Giulietta), grandes (Toyota Tundra, Lincoln Continental, Cadillac Escalade, Hummer H1/H2, Land Rover Defender/Discovery 4/Range Rover Vogue), esportivos (Jaguar F-Type/XKR-S, BMW M6, Dodge Charger/Challenger, Chevrolet Camaro/Corvette, Ford Mustang Fastback/Mach I/GT/2015), superesportivos (Ferraris, Jaguar XJ220, McLaren F1/MP4-12C, Lamborghini Diablo/Murcièlago SV/Aventador/Aventador J/Veneno), preparados (Vorsteiner, RWB), clássicos e restauráveis (Cadillac Eldorado, VW Kombi, Jeep Willys, Chrysler Airflow), familiares e utilitários (VW Vanagon, Dodge Caravan, Ford Aerostar, Toyota RAV4, Ford Escape), modelos de NASCAR, dragsters, carros da saga Velozes e Furiosos, veículos desenvolvidos para o jogo...


O período do ostracismo iniciou em 2013, com o licenciamento de menos modelos, a alteração das regras das Aventuras (galões já não podiam ser compartilhados entre amigos na edição de Halloween, o que gerou intensas críticas) e os campeonatos (Tournaments), que não evitavam a ação de cheaters. Depois vieram o fechamento do Ferrari Experience e a interrupção de missões especiais. Uma das poucas lembranças físicas que o Car Town deixa é a coleção de seis carrinhos da Greenlight (acima), comercializada nos Estados Unidos no ano passado.

Diferentemente do que ocorreu com o Car Town EX, equivalente voltado aos usuários japoneses, não houve aviso prévio da data de fim do jogo. Quem gastou dinheiro real no jogo não será ressarcido. A Cie Games ainda mantém os jogos Car Town Streets e Racing Rivais, apenas para dispositivos iOS e Android.

Eis os comunicados emitidos pelo Car Town (em inglês):

Hey Everyone,

It is with a sad heart that after 4 fun filled years, we are saying goodbye to Car Town on Facebook today. We certainly have enjoyed bringing Car Town to all of you. The Car Town community that has been built over the years has been a joy for us. Your custom garages and car designs have always been a highlight of our time with Car Town. We’re glad you were able to join us on all our adventures through places like Route 66, Japan, and Italy. We hope you enjoyed joining Dom and his crew in all our Fast and Furious events, catching ghosts with the Ghostbusters crew and going back in time with Doc Brown and Marty. While Car Town has reached the end of it’s cycle, we do hope that the Car Town name will live on. We will be leaving the forums (http://forums.cartown.com/forum.php) up for you to continue discussing the game (however no new accounts can be made) and for us to bring you news of upcoming projects. Our Facebook Fanpage will also remain up. For now, please join us in Car Town Streets and Racing Rivals, available on iOS and Android devices.

Thank you very much for your patronage over the years!

The Car Town Team

We want to thank you all for your patronage over the last 4 years. We all here have enjoyed bringing you this car collecting experience and we feel that we have been truly blessed with a great community and hope you join us in our future projects.. --Car Town Facebook Team / GLU



Recall do Chevrolet Camaro modelo 2011


Mais um recall é anunciado pela Chevrolet, desta vez por ocasião do problema no pino de articulação da regulagem de altura dos bancos dianteiros do modelo 2011 do Camaro SS (unidades fabricadas entre 20 de julho de 2010 e 24 de junho de 2011). Em caso de soltura do pino, haverá a perda repentina da sustentação do assento e da função de regulagem elétrica de altura, causando a livre movimentação do banco, para cima ou para baixo, conforme irregularidades da pista. Esta movimentação involuntária do banco do motorista pode comprometer a dirigibilidade do veículo, com risco de acidentes.

Até a substituição do pino de articulação - serviço que dura aproximadamente uma hora - orienta-se que não seja utilizada a regulagem de altura dos bancos.

Chassis envolvidos

B9110300 a B9211646

Maiores informações

0800 702 4200

Fiat lança linha 2015 do Punto Itália, por R$ 45 460


A Fiat passa a disponibilizar novamente a série especial Itália ao hatchback Punto, baseado na versão Attractive e trazendo itens adicionais, como rádio Connect com CD/MP3 Player e entrada USB/iPod; volante revestido de couro com comandos do rádio, retrovisores externos elétricos, vidros elétricos traseiros com funções um-toque e antiesmagamento, além de faróis com máscara negra, faróis de neblina, lanternas com bordas escurecidas, adesivo na coluna central entre os vidros laterais, spoiler traseiro, rodas de liga leve aro 15” com pneus 195/60 R15 e logotipo Itália nos para-lamas dianteiros.

Os bancos trazem tecido exclusivo e há detalhes internos na cor prata (como frisos das portas, aros das saídas de ar e aros do quadro de instrumentos). Seu preço é de R$ 45 460.

Direito de escolha [Alta Roda]


Dois lançamentos no mesmo dia, do mesmo fabricante, é incomum, mas em mercado recessivo e de muita concorrência pode ocorrer, como aconteceu com o hatch de teto alto Fox 2015 e a cabine dupla da picape compacta Saveiro (esta, na realidade, só chega às lojas em três semanas).


Comparar preços continua sendo missão difícil porque os carros vão ficando mais completos e caros, porém o que é acrescentado, em geral, tem repasse inferior ao custo real em razão da forte competição. O Fox com motor de 1 litro agora parte de R$ 35.900 (modelo 2014 custa apenas cerca de R$ 500 a menos, ar-condicionado também opcional), mas recebeu, além de uma atualização externa e interna inspirada no Golf, novos equipamentos como direção eletroassistida com volante regulável em altura e distância.


A estratégia da VW reposicionou o modelo para cima em razão do fim de produção do Polo, antes do final do ano. Explica recursos antes indisponíveis, entre eles controle eletrônico de estabilidade/tração/partida em rampa, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sistema de navegação com tela tátil e inédito farol de neblina com luz de conversão. Oferece, ainda, o novo motor 1.6 l/120 cv (etanol), de duplo comando multiválvulas, e câmbio de seis marchas, conjunto realmente bastante superior ao atual (ainda aplicado nas versões mais acessíveis). Em viagem de avaliação impressionou pela suavidade, respostas em baixos regimes e silêncio a bordo.


Com todos os opcionais possíveis um Fox supera os R$ 63.000. E daí? Representará apenas 1% ou 2% das vendas, se tanto, da mesma forma que bem poucos vão comprá-lo sem ar-condicionado. Antes havia um intervalo de no máximo 50% entre os preços das versões de entrada e de topo, na maioria dos modelos. Agora, pode ir além de 70%, o que indica direito de livre escolha do mercado.


Na briga entre cabines duplas Saveiro versus Strada, a comparação é mais complicada. Acrescentar a terceira porta teve custo elevado para a Fiat, cuja versão de topo passa dos R$ 70.000, preço superior ao de picapes médias. Saveiro começa em R$ 47.500 e a versão Cross vai a R$ 63.000 (34% de diferença). Enquanto a Fiat pode ter motor mais potente (1,8 l/132 cv), a picape da VW é superior no uso fora de estrada, inclusive com freio ABS específico e controles de tração/partida em rampa/estabilidade. Seu bloqueio eletrônico do diferencial é muito mais eficaz nessas condições do que o sistema eletromecânico da rival, que obriga o motorista a parar e apertar um botão, além de inoperante acima de 20 km/h.


Apesar de a Strada ser mais larga externamente graças aos penduricalhos, ela é oito cm mais estreita no banco traseiro e foi homologada para apenas dois passageiros atrás. A Saveiro pode levar três, desde que sejam crianças ou pessoas de baixa estatura e não robustas. Tem pequena vantagem no espaço para joelhos e na inclinação do encosto do banco traseiro. Apesar de suas portas dianteiras maiores, é incomparável a facilidade de acesso da rival. A picape da VW peca por nem ao menos dispor de um conjunto corrediço nos bancos dianteiros. As caçambas de ambas apresentam o mesmo volume de 580 litros, mas o estepe da Saveiro é embutido.

Plano de manutenção da VW, a cada seis meses apenas, deixa seus produtos em desvantagem financeira frente aos concorrentes.


RODA VIVA

FORD pretende ampliar a faixa de atuação do Ka, antes mesmo da GM definir sua nova família de modelos de entrada. Há espaço abaixo de R$ 35.000 e acima de R$ 45.000. No segundo caso com o motor de 1,6 l/130 cv do Fiesta ou de 1 litro/3 cilindros com turbo e injeção direta (EcoBoost), numa versão esportiva.

PAÍSES da América do Sul, fora do Mercosul, estão nos planos para aumentar as exportações brasileiras de veículos, hoje dependentes da Argentina. Exige acordos entre governos a fim de diminuir tarifas de importação. Para funcionar, o Brasil teria que importar mais rosas colombianas e bananas equatorianas, por exemplo.


SANDERO subiu alguns degraus em dirigibilidade, acabamento e estilo nessa nova geração. Por seu preço muito competitivo ainda deve em maciez de direção e comando do câmbio, mas espaço interno é referência no segmento. Motor de 1 litro/80 cv, pouco para seu porte, é econômico. O de 1,6 litro/106 cv demonstra melhor equilíbrio desempenho/consumo.


PEUGEOT 208 foi bem no teste de impacto frontal do Latin NCAP: quatro estrelas. Estruturalmente é igual ao modelo homônimo francês, mas o modo de pontuação continua discutível e baseado em premissas irreais para mercados de menor poder aquisitivo. Serve apenas como referência comparativa, pois Onix e Palio alcançaram três estrelas.

NESSA quinta fase de testes, a Latin NCAP divulgou relatório menos arrogante e adotou um tom professoral que soa falso. Em aferição de segurança infantil os critérios são ainda mais jogo para plateia. Na Europa, após vários questionamentos, há revisões em curso porque nem lá carros pequenos conseguem proteção infantil total.

Fernando Calmon (fernando@calmon.jor.br), jornalista especializado desde 1967, engenheiro, palestrante e consultor em assuntos técnicos e de mercado nas áreas automobilística e de comunicação. Sua coluna automobilística semanal Alta Roda começou em 1º de maio de 1999. É publicada em uma rede nacional de 98 jornais, sites e revistas. É, ainda, correspondente no Brasil do site just-auto (Inglaterra).


quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Datsun mostra os modelos mi-DO e on-DO


A Datsun revela no Salão de Moscou (Rússia) dois modelos que representam sua segunda leva de lançamentos, iniciada em 2013 com o GO e suas variações. O mi-DO é um hatchback de desenho mais esportivo em relação ao Lada Kalina (modelo no qual de baseia) e que, apesar do aspecto geral simples (o baixo custo é uma das razões de ser da Datsun, submarca da Nissan), possui itens de comodidade e segurança: todas as versões contam com airbag duplo e freios ABS (ausentes no GO), "pacote inverno" composto por banco e retrovisores aquecíveis, além de opcionais como ar-condicionado, vidros elétricos, desembaçador do vidro traseiro, controle de estabilidade, câmbio automático de quatro marchas e central multimídia.


O on-DO, que havia sido mostrado em abril de 2014, agora começa a ser comercializado. A versão sedan do mi-DO e gêmeo do Lada Granta traz desenho frontal mais pacato e porta-malas de amplos 530 litros de capacidade. A distância entre-eixos de ambos é a mesma (2,476 metros), assim como a altura (1,50 m) e a largura (1,70 metro), diferindo por 39 centímetros no comprimento (3,95 vs. 4,34 metros).

Tanto mi-DO quanto on-DO trazem motor 1.6 8v, de 82 ou 87 horsepower. Na Rússia, o on-DO mais barato parte de 329 000 rublos, aproximados R$ 20 000.


Renault Sport R. S. 01: para competições


A Renault apresenta o modelo que será destaque do campeonato World Series, o R.S. 01, desenvolvido especialmente para as pistas e com padrinho conhecido dos fãs de Fórmula 1: Alain Prost (em suas palavras, "é um carro de competição espetacular, se encaixa no mais puro espírito de um GT e promete as mais belas sensações de pilotagem"). Com menos de 1100 quilos, e um motor com potência superior a 500 cavalos e torque de mais de 61 kgfm - nada menos que o mesmo 3.8 V6 Biturbo do Nissan GT-R - o modelo supera 300 km/h.


Medindo 4,71 metros de comprimento, 2 metros de largura e apenas 1,12 m de altura, o Renault Sport R.S. 01 teve sua carroceria inspirada no carro-conceito DeZir, revelado há quatro anos, com alterações que visam melhoria na aerodinâmica - a intenção é se aproximar do desempenho em pista dos modelos que participam da DTM.


O Renault Sport R.S. 01 possui monocoque em fibra de carbono, tanque de combustível com capacidade para 150 litros, câmbio sequencial de 7 marchas, estrutura deformável na dianteira, que absorve a energia em caso de choque frontal, além de coluna de direção retrátil, banco Sabelt tipo concha e cinto de segurança de seis pontos.


Posicionado entre as competições da Copa Clio e campeonatos profissionais como o WEC, o DTM e o Super GT japonês, o Renault Sport Trophy será aberto a 20 duplas Pro-Am, classificadas de acordo com as regras do Campeonato Mundial de Resistência (WEC) da FIA. A dupla vencedora da temporada 2015 vai disputar as 24 Horas de Le Mans de 2016 ao volante de um protótipo LMP2.


quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Primeiras imagens e informações sobre o novo Fiat Uno


A Fiat revela as primeiras fotos da versão Evolution do Uno 2015, que chega às concessionárias nos primeiros 15 dias do mês de setembro. Externamente, a reestilização abrange faróis, grade, para-choques (lembram o Panda italiano), rodas, lanternas (com um curioso desenho interno) e retrovisores (trazem repetidores das luzes de seta). As maçanetas com fechadura integrada vieram um pouco antes, nas últimas unidades do Uno 2014. A cor laranja, que lembra a tonalidade "Evolution" oferecida na primeira fase do Idea, também é novidade no hatch da Fiat.


O Uno Evolution é o primeiro carro nacional a oferecer o Start&Stop, e ainda o pioneiro com motor bicombustível a trazer o recurso, que desliga e religa o motor automaticamente ao parar o carro em ponto-morto. Pisando na embreagem, o motor religa - este item, nos cálculos da Fiat, pode proporcionar uma economia de até 20% no consumo de combustível e redução significativa na emissão de poluentes.


O painel foi redesenhado e traz itens nunca antes vistos em um Uno, como comandos de som no volante, tela de LCD no quadro de instrumentos e central multimídia. Serão oferecidas sete versões: Attractive 1.0, Evolution 1.4 Start&Stop, Way 1.0 e 1.4, Sporting 1.4 (todas de carroceria renovada), Vivace 1.0 de duas e de quatro portas (mantêm a carroceria atual, mas também chegam à linha 2015).

Dê um like!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...